Pular para o conteúdo principal

Entendendo a TPM: Mais que Um Desconforto Mensal, Um Desafio Diário

A Tensão Pré-Menstrual (TPM) é uma condição que afeta uma significativa parcela de mulheres em idade reprodutiva em todo o mundo. Não se trata apenas de uma série de sintomas físicos e emocionais que precedem a menstruação, mas também de um impacto real e muitas vezes debilitante nas atividades diárias, nas relações interpessoais e produtividade no trabalho. O Impacto da TPM no Dia a Dia das Mulheres: A TPM pode se manifestar de várias formas, com sintomas que vão desde dores e cólicas a mudanças de humor e ansiedade. Algumas mulheres relatam sentir-se como se perdessem o controle sobre seus corpos e emoções durante este período, o que pode levar a conflitos no trabalho e em casa, redução da qualidade do trabalho, faltas ao trabalho ou escola e uma sensação geral de incapacidade. Estudos indicam que aproximadamente 80% das mulheres experimentam algum grau de sintomas da TPM, mas cerca de 5 a 8% enfrentam uma forma mais grave conhecida como Transtorno Disfórico Pré-Menstrual (TDPM), que

Seguidores

Você sabia que para você ser mais feliz no trabalho é importante você se conhecer melhor?

 







 Você sabia que para você ser mais feliz no trabalho é importante você se conhecer melhor?

Sério mesmo!!!

Sim, é verdade.

Eu sou Maury Tanji criador do método BSI- Buscando Seu Ikigai.

Hoje eu vou falar sobre a importância do autoconhecimento para ser feliz no trabalho. E o que é isso!!

Autoconhecimento é conhecer – se a si próprio...

O quanto você se conhece, faça uma avaliação de como está a sua vida hoje. Não só a vida profissional, mas também a sua vida pessoal.

Vamos falar sobre isso!

Como a sua vida emocional?

Está em equilíbrio? Ou tem tido alguns desequilíbrios, como ansiedade, preocupação, a falta de concentração, a irritabilidade, dores no corpo, dor de cabeça, dor de estômago.

Essas dores representam muito. Significa que alguma coisa está fora de lugar. Por isso, é preciso investigar os outros elementos que fazem parte da sua vida.

Vamos começar com a sua saúde física.  O que você tem feito para melhorar a sua saúde física. Tem ido ao médico, tem feito as consultas de rotina. Os exames de check-up, para saber o seu nível de gordura no sangue (colesterol, triglicérides),  tem feito atividades físicas com frequência? Não é necessário fazer aquelas corridas de 10K, mas movimentar o corpo sempre é muito importante.

Como está a sua vida afetiva, a sua vida a dois, está satisfeita?

E os seus relacionamentos de amizade, tem saído com seus amigos para pelo menos um cafezinho ou mesmo marcar um almoço com os seus amigos?

A sua vida profissional como anda, você está feliz fazendo o que faz, ou você  se enquadra entre os 90% dos profissionais que estão insatisfeitos com o que faz e está pensando seriamente em fazer alguma coisa diferente.

Como está a sua vida familiar, tem tido um bom relacionamento familiar? Com seus pais, com seus irmãos ou teus filhos?

E como anda as suas finanças. Está em ordem? Está difícil,  não está?

Me conta aí como anda a sua vida espiritual, como está a tua fé,  tem frequentado as missas, os cultos ou tem frequentado os centros... ou o seu Deus se você não tem religião específica.

E o não menos importante, o que você tem feito para você se distrair, como você tem se distraído, você tem lido algum livro, ido ao cinema para assistir a um filme de um gênero qualquer que você aprecie. Tem feito passeios pelo parque aos finais de semana?

A nossa rotina do dia a dia as vezes não nos permite fazer uma avaliação de nosso momento. Mas são importantes porque se você está buscando a sua felicidade, como diz Dalai Lama, você precisa estar equilibrado em todos esses itens acima.

Então veja bem, todos estes  fatores são relevantes para que você possa encontrar o seu Ikigai,  a sua razão de viver,  parece bobagem mas não é.

Aliás.. você sabe o que é Ikigai?

Ikigai é um termo japonês que quer dizer  a razão de viver, é o motivo que nos faz levantar todas as manhãs, com a felicidade estampada no rosto.

 

Bem, fico por aqui e não perca o próximo pilar que nós iremos falar sobre a importância de ter foco para encontrar o seu ikigai e ser feliz.

Inscreva-se no meu canal do You Tube: Maury Tanji e também que no dia 30.11.22 às 20:00h, vou fazer um webnário para explicar os “Cinco pilares para ser feliz no trabalho” inscreva-se pelo link :  

Inscrição para o webnário


Ao se inscrever, irei dar de presente meu e-book:

“Como transformar a sua vida com as lições milenares da sabedoria do oriente”

 

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Descobrindo Equilíbrio e Propósito: Superando Ansiedade e Descontentamento no trabalho

A trajetória de uma mulher é marcada por desafios e realizações, mas nem sempre é isenta de obstáculos emocionais.  A ansiedade e o descontentamento frequentemente se entrelaçam nessa jornada, impactando não apenas a vida pessoal, mas também influenciando as decisões e ações profissionais.  Neste artigo, mergulharemos fundo nos efeitos da ansiedade e do descontentamento em mulheres empreendedoras e como o Grupo Ikigai pode ser o guia para transformar esses obstáculos em oportunidades de equilíbrio e propósito. Navegando pelas Ondas de Ansiedade e Descontentamento: A ansiedade, uma companheira constante na vida da empreendedora, pode se manifestar de diversas formas.  As pressões de equilibrar a vida profissional e pessoal,  tomar decisões cruciais e  enfrentar incertezas financeiras podem criar um ciclo de preocupações constantes.  Paralelamente, o descontentamento surge quando os objetivos não são atingidos conforme o planejado, deixando uma sensação de estagnação e insatisfação. Os E

Ansiedade Após os 40 anos: Como Lidar com os Desafios e Pressões da Meia-Idade

A chegada dos 40 anos pode trazer uma série de reflexões e mudanças na vida de uma pessoa. É uma fase marcada por transições importantes, tanto físicas como emocionais. Nesse estágio, muitas pessoas se deparam com novos desafios e pressão, que podem levar ao estresse ou agravamento da ansiedade.  Neste artigo, vamos explorar como a ansiedade se manifesta após os 40 anos e quais são as melhores estratégias para lidar com esse período de forma saudável e equilibrada. Os Desafios da Meia-Idade A meia-idade é uma fase de mudanças. Muitas pessoas passam por transformações em suas carreiras, relações familiares e no próprio corpo.  As expectativas sociais também podem pesar, já que a sociedade costuma importar padrões de sucesso e representação nessa etapa da vida.  Tudo isso pode levar a um sentimento de sobrecarga e ansiedade, especialmente quando as expectativas não estão definidas com a realidade. Pressões Sociais e Ansiedade Após os 40 anos, é comum sentir-se pressionado a  alcançar det

Como a Pressão Social e as Expectativas Afetam a Saúde Mental dos Homens

  No segundo artigo da nossa série sobre ansiedade, vamos abordar um tema importante e sensível: a relação entre ansiedade e o público masculino.   É essencial entender como a pressão social e as expectativas podem impactar a saúde mental dos homens e buscar soluções para ajudar a enfrentar esse desafio. A Máscara da Força: A pressão para não demonstrar fraqueza Desde muito cedo, os homens são ensinados a serem fortes, resilientes e capazes de lidar com qualquer desafio que a vida apresente.  Essas expectativas podem criar uma pressão emocional e psicológica enorme, levando muitos homens a esconderem suas emoções e não buscarem ajuda quando estão enfrentando problemas de saúde mental, como a ansiedade. A pressão para parecer sempre forte e inabalável pode criar uma máscara, por trás da qual a ansiedade e outras questões emocionais estão escondidas. No entanto, é importante entender que a vulnerabilidade e a busca por ajuda não são sinais de fraqueza, mas sim de coragem e sabedoria. A A