Pular para o conteúdo principal

Entendendo a TPM: Mais que Um Desconforto Mensal, Um Desafio Diário

A Tensão Pré-Menstrual (TPM) é uma condição que afeta uma significativa parcela de mulheres em idade reprodutiva em todo o mundo. Não se trata apenas de uma série de sintomas físicos e emocionais que precedem a menstruação, mas também de um impacto real e muitas vezes debilitante nas atividades diárias, nas relações interpessoais e produtividade no trabalho. O Impacto da TPM no Dia a Dia das Mulheres: A TPM pode se manifestar de várias formas, com sintomas que vão desde dores e cólicas a mudanças de humor e ansiedade. Algumas mulheres relatam sentir-se como se perdessem o controle sobre seus corpos e emoções durante este período, o que pode levar a conflitos no trabalho e em casa, redução da qualidade do trabalho, faltas ao trabalho ou escola e uma sensação geral de incapacidade. Estudos indicam que aproximadamente 80% das mulheres experimentam algum grau de sintomas da TPM, mas cerca de 5 a 8% enfrentam uma forma mais grave conhecida como Transtorno Disfórico Pré-Menstrual (TDPM), que

Seguidores

Porque ter FOCO te leva a ser feliz?

 



 

Tenho certeza que você já ouviu falar que é importante ter foco para conseguir atingir os seus objetivos.

A falta de foco na vida te leva à dispersão, à falta de concentração e você não conseguirá atingir os seus objetivos e alcançar as suas metas.

Você consegue se concentrar no seu trabalho ou no seu estudo?

Quando você está lendo um livro ou fazendo alguma atividade no trabalho, você fica olhando toda hora o seu celular para ver se tem mensagem no seu whatsapp?

Ou abrindo alguma página na internet para ver as notícias?

O mercado de trabalho valoriza muito os profissionais que são focados em suas atividades, porque é um profissional que sabe exatamente o que quer e por isso rende muito mais do que aqueles profissionais que não consegue focar em nada e fica fazendo muitas coisas ao mesmo tempo sem conseguir concluir com eficácia nenhuma das atividades.

Se você começou a fazer alguma atividade, procure concluir para depois iniciar outro. Ou pelo menos deixe  bem encaminhada, de modo que você possa concluir rapidamente.

Se você começar a ter o hábito de colocar  foco naquilo que você faz, você verá que será uma pessoa bem mais produtiva e irá atingir os seus objetivos mais rapidamente.

Você já ouviu falar em estado de flow?

Ela foi descrita por um psicólogo húngaro americano em que se você entrar nesse estado de flow, você estará tão concentrada, estará tão envolvida na sua atividade que nem verá as horas passarem. Você ficará tão focada  que nada ou ninguém irá conseguir te dispersar.

Sabe quando você está lendo um livro muito interessante que pode o cachorro latir, a sirene tocar, a campainha tocar, pode o mundo desabar, que você não vai estar nem aí. Isso é estado de flow.

É como se você estivesse fluindo ou flutuando porque é uma sensação tão maravilhosa que você sentirá vontade de continuar por horas fazendo esta atividade.

No estado de flow, o seu corpo e sua mente estarão tão interligados,  que a energia fica fluindo de maneira bem tranquila, movimentando o fluxo de energia em uma só direção  que você sentirá  a sensação de bem estar, de paz e de tranquilidade.

Você já experimentou esta sensação?

Encontrar o seu Ikigai é isso, é você fazer aquilo que você ama e colocar amor naquilo que você for fazer. Porque encontrar o seu Ikigai, é encontrar a sua razão de viver, encontrar um propósito para a sua vida.

Por isso encontrar o seu  Ikigai vai te levar a encontrar a sua felicidade, seja na vida pessoal ou no seu trabalho.

Vamos imaginar a seguinte situação. Você está trabalhando em uma empresa, mas aquilo que você está fazendo no momento não é aquilo que você gostaria de estar fazendo porque você não se sente segura, não se sente à vontade para desempenhar aquela função.

Você acha que você irá desempenhar a sua função com amor?

Você acha que você seria produtiva?  Você irá se dedicar para desempenhar essa função ou iria ficar vendo no relógio para ver quanto tempo ainda falta para bater o ponto.

Você acha que os seus superiores não iriam perceber que você está apenas fazendo por fazer? E você acha que isso vai trazer benefícios para você?

Tenho certeza que iria fazer muito mal a você. Você iria ganhar  apenas insatisfação, estresse, baixa autoestima, ansiedade, uma hipertensão e quem sabe até um AVC.

Mas,  e se nesta mesma empresa, tem uma função em que você gostaria de desempenhar, que aquela função iria te trazer satisfação pessoal, você não iria se dedicar mais no desempenho desta atividade ?

Você não iria trabalhar mais feliz, você não iria se dedicar mais? E este seu esforço não seria reconhecido por seus superiores?

Eu já tive uma experiência assim.

Eu sou professor universitário e há muitos anos atrás,  quando eu ainda estava iniciando,  me deram para ministrar uma disciplina que eu não tinha a menor afinidade. Imagina o desastre, não me sentia nem um pouco seguro e tenho certeza que os meus alunos perceberam.

Por isso, hoje, é lógico muito mais experiente, só ministro disciplinas que eu tenho afinidade, porque sei que este será transmitido com amor.

Então veja a diferença entre desempenhar um função e dedicar-se para aquela função.

Encontrar o Ikigai é isso, é encontrar uma paz  para o seu coração, é colocar amor naquilo que faz, é você feliz.

Um grande abraço, muita luz e muita paz.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Descobrindo Equilíbrio e Propósito: Superando Ansiedade e Descontentamento no trabalho

A trajetória de uma mulher é marcada por desafios e realizações, mas nem sempre é isenta de obstáculos emocionais.  A ansiedade e o descontentamento frequentemente se entrelaçam nessa jornada, impactando não apenas a vida pessoal, mas também influenciando as decisões e ações profissionais.  Neste artigo, mergulharemos fundo nos efeitos da ansiedade e do descontentamento em mulheres empreendedoras e como o Grupo Ikigai pode ser o guia para transformar esses obstáculos em oportunidades de equilíbrio e propósito. Navegando pelas Ondas de Ansiedade e Descontentamento: A ansiedade, uma companheira constante na vida da empreendedora, pode se manifestar de diversas formas.  As pressões de equilibrar a vida profissional e pessoal,  tomar decisões cruciais e  enfrentar incertezas financeiras podem criar um ciclo de preocupações constantes.  Paralelamente, o descontentamento surge quando os objetivos não são atingidos conforme o planejado, deixando uma sensação de estagnação e insatisfação. Os E

Ansiedade Após os 40 anos: Como Lidar com os Desafios e Pressões da Meia-Idade

A chegada dos 40 anos pode trazer uma série de reflexões e mudanças na vida de uma pessoa. É uma fase marcada por transições importantes, tanto físicas como emocionais. Nesse estágio, muitas pessoas se deparam com novos desafios e pressão, que podem levar ao estresse ou agravamento da ansiedade.  Neste artigo, vamos explorar como a ansiedade se manifesta após os 40 anos e quais são as melhores estratégias para lidar com esse período de forma saudável e equilibrada. Os Desafios da Meia-Idade A meia-idade é uma fase de mudanças. Muitas pessoas passam por transformações em suas carreiras, relações familiares e no próprio corpo.  As expectativas sociais também podem pesar, já que a sociedade costuma importar padrões de sucesso e representação nessa etapa da vida.  Tudo isso pode levar a um sentimento de sobrecarga e ansiedade, especialmente quando as expectativas não estão definidas com a realidade. Pressões Sociais e Ansiedade Após os 40 anos, é comum sentir-se pressionado a  alcançar det

Como a Pressão Social e as Expectativas Afetam a Saúde Mental dos Homens

  No segundo artigo da nossa série sobre ansiedade, vamos abordar um tema importante e sensível: a relação entre ansiedade e o público masculino.   É essencial entender como a pressão social e as expectativas podem impactar a saúde mental dos homens e buscar soluções para ajudar a enfrentar esse desafio. A Máscara da Força: A pressão para não demonstrar fraqueza Desde muito cedo, os homens são ensinados a serem fortes, resilientes e capazes de lidar com qualquer desafio que a vida apresente.  Essas expectativas podem criar uma pressão emocional e psicológica enorme, levando muitos homens a esconderem suas emoções e não buscarem ajuda quando estão enfrentando problemas de saúde mental, como a ansiedade. A pressão para parecer sempre forte e inabalável pode criar uma máscara, por trás da qual a ansiedade e outras questões emocionais estão escondidas. No entanto, é importante entender que a vulnerabilidade e a busca por ajuda não são sinais de fraqueza, mas sim de coragem e sabedoria. A A