Pular para o conteúdo principal

Entendendo a TPM: Mais que Um Desconforto Mensal, Um Desafio Diário

A Tensão Pré-Menstrual (TPM) é uma condição que afeta uma significativa parcela de mulheres em idade reprodutiva em todo o mundo. Não se trata apenas de uma série de sintomas físicos e emocionais que precedem a menstruação, mas também de um impacto real e muitas vezes debilitante nas atividades diárias, nas relações interpessoais e produtividade no trabalho. O Impacto da TPM no Dia a Dia das Mulheres: A TPM pode se manifestar de várias formas, com sintomas que vão desde dores e cólicas a mudanças de humor e ansiedade. Algumas mulheres relatam sentir-se como se perdessem o controle sobre seus corpos e emoções durante este período, o que pode levar a conflitos no trabalho e em casa, redução da qualidade do trabalho, faltas ao trabalho ou escola e uma sensação geral de incapacidade. Estudos indicam que aproximadamente 80% das mulheres experimentam algum grau de sintomas da TPM, mas cerca de 5 a 8% enfrentam uma forma mais grave conhecida como Transtorno Disfórico Pré-Menstrual (TDPM), que

Seguidores

Como resolver os atritos no trabalho de forma inteligente


Não importa o tamanho da empresa que você trabalha. Em todas as empresas, de todos os ramos, sempre são observados atritos em ambiente de trabalho. Podem ser observados atritos entre colegas, entre subordinados e superiores, entre superiores. Porém, estes podem ser saudáveis, para solucionar uma divergência de opiniões, ou mesmo pequenos conflitos provocados por divergência de valores e até mesmo de personalidades, afinal somos seres humanos e cada um nós crescemos em famílias diferentes, convivemos com pessoas com opiniões diversas e portanto podemos divergir em muitas situações.

Mas, há aqueles considerados atritos nocivos, em que os colaboradores podem  se agredir mutuamente, podendo chegar as vias de fato, ou seja, não ficar apenas na agressão verbal, mas em agressão física.

Uma vez, há muito tempo atrás, eu estava em um supermercado na seção de carnes e presenciei um colaborador ameaçando um outro colega do setor com uma faca. Não sei qual foi a razão para isso, mas quando se chega a essa situação, tenho certeza que esse é um tipo de atrito que há necessidade de muito diálogo e tentar entender o que motivou tal fato. Mas, a verdade é que ambos estavam em situação de descontrole emocional tamanha, que não conseguiram enxergar a gravidade do ato.

No final, não sei como a empresa solucionou, mas neste caso, não sei se os  colaboradores foram transferidos  de setor, ou se ocorreu o desligamento, pois após algum tempo quando retornei ao local, outros colaboradores estavam trabalhando no setor.

E você, já se deparou com uma situação como essa ou semelhante a isso?

Você  como um colega desses colaboradores, ou se você fosse o gestor desta empresa, como solucionaria este tipo de atrito?

Qual medida você acha que deveria ser tomada?

Eu particularmente, acho que o caminho do diálogo seria mais inteligente. Saber os motivos que levaram a tomar tal atitude.

E tentar a reaproximação destes colaboradores, com pedidos de desculpas. Pois, como seres humanos que somos, temos que admitir que temos defeitos e falhas podem ocorrer em qualquer momento da nossa vida. Pois não sabemos de eles estão passando por problemas particulares, por questões familiares, por questões financeiras.

Temos que aprender a perdoar, isso não significa passar a mão na cabeça e simplesmente esquecer, alguma punição tem que acontecer, pois ambos estiveram errados.

Se você também tem atrito com um colega de trabalho, seria interessante pontuar  qual a razão para este atrito  e tentar solucionar o mais rápido possível. Dialogar e pedir perdão, se for o caso, mas antes é preciso analisar também, sobre você.

Você em algum momento já fez uma reflexão sobre sua vida, o seu momento atual, você já se perguntou o quanto você se conhece?

O autoconhecimento é muito importante para você ter mais equilíbrio emocional, ter mais “paz de espírito”, ter mais calma, mais tranquilidade e segurança para resolver os conflitos com seu colega de trabalho.

Se você quer saber como resolver os atritos no trabalho de uma forma inteligente, inscreva-se na nossa Jornada “Como resolver conflitos na empresa de forma inteligente com os ensinamentos da sabedoria oriental” que será realizado entre os dias 23  a 27 de janeiro de 2023, sempre às 20:00 horas.

 Para se inscrever para a Jornada   e viver a vida com mais sabedoria e felicidade. Clique aqui

 




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Descobrindo Equilíbrio e Propósito: Superando Ansiedade e Descontentamento no trabalho

A trajetória de uma mulher é marcada por desafios e realizações, mas nem sempre é isenta de obstáculos emocionais.  A ansiedade e o descontentamento frequentemente se entrelaçam nessa jornada, impactando não apenas a vida pessoal, mas também influenciando as decisões e ações profissionais.  Neste artigo, mergulharemos fundo nos efeitos da ansiedade e do descontentamento em mulheres empreendedoras e como o Grupo Ikigai pode ser o guia para transformar esses obstáculos em oportunidades de equilíbrio e propósito. Navegando pelas Ondas de Ansiedade e Descontentamento: A ansiedade, uma companheira constante na vida da empreendedora, pode se manifestar de diversas formas.  As pressões de equilibrar a vida profissional e pessoal,  tomar decisões cruciais e  enfrentar incertezas financeiras podem criar um ciclo de preocupações constantes.  Paralelamente, o descontentamento surge quando os objetivos não são atingidos conforme o planejado, deixando uma sensação de estagnação e insatisfação. Os E

Ansiedade Após os 40 anos: Como Lidar com os Desafios e Pressões da Meia-Idade

A chegada dos 40 anos pode trazer uma série de reflexões e mudanças na vida de uma pessoa. É uma fase marcada por transições importantes, tanto físicas como emocionais. Nesse estágio, muitas pessoas se deparam com novos desafios e pressão, que podem levar ao estresse ou agravamento da ansiedade.  Neste artigo, vamos explorar como a ansiedade se manifesta após os 40 anos e quais são as melhores estratégias para lidar com esse período de forma saudável e equilibrada. Os Desafios da Meia-Idade A meia-idade é uma fase de mudanças. Muitas pessoas passam por transformações em suas carreiras, relações familiares e no próprio corpo.  As expectativas sociais também podem pesar, já que a sociedade costuma importar padrões de sucesso e representação nessa etapa da vida.  Tudo isso pode levar a um sentimento de sobrecarga e ansiedade, especialmente quando as expectativas não estão definidas com a realidade. Pressões Sociais e Ansiedade Após os 40 anos, é comum sentir-se pressionado a  alcançar det

Como a Pressão Social e as Expectativas Afetam a Saúde Mental dos Homens

  No segundo artigo da nossa série sobre ansiedade, vamos abordar um tema importante e sensível: a relação entre ansiedade e o público masculino.   É essencial entender como a pressão social e as expectativas podem impactar a saúde mental dos homens e buscar soluções para ajudar a enfrentar esse desafio. A Máscara da Força: A pressão para não demonstrar fraqueza Desde muito cedo, os homens são ensinados a serem fortes, resilientes e capazes de lidar com qualquer desafio que a vida apresente.  Essas expectativas podem criar uma pressão emocional e psicológica enorme, levando muitos homens a esconderem suas emoções e não buscarem ajuda quando estão enfrentando problemas de saúde mental, como a ansiedade. A pressão para parecer sempre forte e inabalável pode criar uma máscara, por trás da qual a ansiedade e outras questões emocionais estão escondidas. No entanto, é importante entender que a vulnerabilidade e a busca por ajuda não são sinais de fraqueza, mas sim de coragem e sabedoria. A A